sexta-feira, março 24, 2006

Capital Humanizada

Morar na capital
sentir-me no interior

Morar na capital
ser reconhecida
reconhecer
pessoas que passam
pelas ruas

cumprimentar e conversar
perguntar pela saúde da avó
pelo rendimento escolar do filho
dar notícias do senhor da esquina
que passou mal
mas já melhorou

Morar na capital
e encontrar a casa dos amigos
sem saber o número ou
o nome da rua

Morar na capital
e ter como referências
de localização
um sinal
( mais que mapas e plantas)
pessoas e lugares comuns:
mercado, farmácia
banca de revistas
a lanchonete onde
se faz suco de açaí
próxima ao Banco onde o gerente
se chama Jaci

Ainda é assim a BH dos mineiros
que se recusam a serem
engolidos e mecanizados
pela modernidade
na metrópole que cresce
ligeira

Mantêm a cidade
a serviço dos seres humanos,
faceira

Nenhum comentário: