terça-feira, junho 27, 2006

de Rosângela B. Gontijo

A FAZENDA

EU TENHO UMA CASA NO CAMPO.
EU QUERIA VIVER LÁ.
A COZINHA ENSOLARADA,CLARA,
CHEIRANDO A COMIDA NO AR.

A REDE NA VARANDA,
PRA DESCANSAR.
O VERDE DA RELVA,
OS PÁSSAROS A CANTAR.

MÚSICA, RISOS
A CONVERSA AO PÉ DO OUVIDO,
O PÔR-DO-SOL VERMELHO
O FOGO A CREPITAR.

O CÉU AZUL É NOSSO
O SOL MORNO AQUECE,
O CORPO E A ALMA.

É LÁ QUE EU QUERIA ESTAR!
NA CASA EU QUERO BRINCAR.

E QUANDO A NOITE CHEGA,
O FOGO DANÇA NA CHURRASQUEIRA.
E A GENTE VAI DANÇAR.

O CÓRREGO CANTA
DEBAIXO DA JANELA
E, COMO SERENATA
ME FAZ ACORDAR.

LONGE, O MUGIDO DE UMA VACA

O CORPO CANSADO
PESADO DE COBERTAS

O VENTO SOPRA
SOBRE NOSSAS CABEÇAS,
O CORAÇÃO ESTÁ EM PAZ.
A ALMA ESTÁ LEVE
E EU ESTOU FELIZ!


DE DIA A MENINA BRINCA
À NOITE A MULHER SONHA
E...NÃO QUER ACORDAR!

Rosângela B.G.

Nenhum comentário: