quinta-feira, junho 22, 2006

Lado a lado

Lado a lado

O que me vai n’alma
ante um novo amor
são perguntas mil
sem respostas buscar

Vivo a expectativa
de um sentimento
amadurecendo

um amor sensato
diálogos sem aparatos
sinceras sugestões

O que me vai n’alma
é um crescente de ser
parceira outra vez
com as experiências
ensinando
a não sermos um
mas dois lado a lado
de mãos dadas
enfrentando, indo fundo
vivendo no mundo
a vida que aparece

O que me vai na alma
é um amor comedido
mas cheio de sentido
que me acalma

Para Otaviano
Maio/2006

Nenhum comentário: