domingo, dezembro 17, 2006

Simplesmente Maria Angelical

E agora, o poema da revelação de que a Ge saiu comigo no amigo oculto. Lindo!



Simplesmente Maria Angelical

Chegastes como um presente que surpreende.
Sua sensibilidade faz um passeio por todos
Os elementos que compõe a energia da
Nossa natureza... O ar, a água o fogo e a terra...

Há em você uma multiplicidade
De seres... A energia transmuta entre si
Em uma sutiliza de um tênue fio condutor
Da luz que emana de sua aura...

A simplicidade invade suas entranhas
Ao deliciar-se com os cantos dos pardais
No frescor das tardes das bucólicas cidades
Das Minas Gerais.

Inspira –se em emoções! Seu olhar vagueia
Em sonhos e busca seu tempo ainda menina...
Numa dicotomia de valores intrínsecos a alma...
A simplicidade à sabedoria desafia a Deusa Atena

És forte e traz em seu peito a força da terra...
És luz que ilumina com as energias que cortam
O ar em raios e trovões os céus em noites
De chuva... Chora a terra em alegria por existires...

És a mãe, o útero sagrado em suas composições.
Poéticas...Embala em seus sonhos os sonhos
Dos filhos seus...Acaricia com a ternura do olhar
Do afago os grandes amores gerados pelas emoções.

És a água cristalina que brota num pequenino
Olho d’água... Que brota da terra fértil...
Tua luz alastra pela vida como as labaredas
De fogo lambendo o inútil e fazendo renascer vida.

És simplesmente Maria... Angelical!
Ge Fazio

2 comentários:

além mar peixe voador disse...

Que bonita homenagem querida Maria Angélica , mereces todo nosso carinho e agradecimento!
Afetuoso abraço,
virgínia f. além mar

Anônimo disse...

Linda Bilá!

Maravilhoso poema ganhaste da grande GE!!! Não poderia ser diferente...vc...poeta sensível, amiga...talentosa...especial...vc realmente MERECE!

bjs afetuosos

bemtevi