terça-feira, maio 13, 2008

Bilá Bernardes Poeta

Estou me sentindo poeta; fazedora de poemas em meio a outros poetadores de palavras sobre BH.
Estou em um livro lindo, leve, ilustrado com carinho, confeccionado com cuidado na UFMG, pela equipe de a tela e o texto; livro que, em verso e prosa, mostra Belo Horizonte história, Belo Horizonte liberdade, Belo Horizonte arquitetura, Belo Horizonte gente em sua mineiridade.
Hoje, mais que Maria Angélica, sinto-me Bilá Bernardes.

Nenhum comentário: