sábado, novembro 06, 2010

Poema publicado em Tela e Texto- UFMG



Publicado em 
Belo Horizonte em Verso e Prosa. Linha Editorial A Tela e o Texto – Faculdade de Letras/ UFMG- jan:2008

quinta-feira, novembro 04, 2010

Poema Crepúsculo sobre foto e montagem de Bilá Bernardes:

quinta-feira, setembro 23, 2010

Imagens do Belô Poético em Momento de Cidadania

 Em 2010, no Centro de Convivência dos Moradores de Rua em BH.


 Kedma Oliver,     , Haroldo Pereira e Bilá Bernardes
 Dois moradores de rua que gostam de ser fotografados.
 Grupo de poetas entre os moradores que assistem e participam com os próprios poemas.

Nascimento de uma flor

Oi gente, vejam que linda filmagem consegui fazer! Pena que não sei editar para reduzir o tempo!!...

No jardim da casa de Lagoa da Prata há um lindo arbusto cujas flores morrem ao entardecer mas floresce a cada manhã. Amanhecem botões que mais parecem sinos que anunciam a chegada de belas flores. 



Mostro, primeiro os botões para depois apresentar a filmagem com duas das flores se abrindo.





  video

segunda-feira, maio 31, 2010

Não sei

Não sei:
um escudo
de proteção

Não sei:
uma couraça
pra se aprender

Não sei:
uma barreira
pra impedir o
que leva ao erro
repetido

Não sei:
a negação de
um saber

Sei:
porta fechada
para aprender

Sei - não sei
pergunta
abertura
para encontrar
o saber

Bilá Bernardes

terça-feira, janeiro 12, 2010

Agradecimento

Com o carinho do Antônio Carlos Dayrell, em criar um novo blog onde remete os leitores aos de seus amigos, só posso agradecer, atualizando este que foi o blog escolhido por ele.


Antônio Carlos, obrigada por ser assim, alguém tão especial e solidário! Como diz Otaviano (Nestor) de Oliveira, você é um diamante cujo brilho ainda não é percebido por muitas pessoas. Mas ainda há de ofuscar outras pedras com brilho menor e que estão sendo mais notadas. Apesar de que, se o conheço bem, você dará um jeito de mantê-las brilhando ao seu lado, tanta é sua generosidade.
Abraços, com carinho,
Bilá